História

Conheça a antiga Estrada Real de Portugal

A Estrada Nacional 2 (N2) é a mais extensa estrada portuguesa, somando 739,26 quilómetros, e a única na Europa que atravessa um país em toda a sua longitude (há apenas mais duas no mundo: Route 66, nos EUA, e Ruta 40, na Argentina). Estende-se de Norte a Sul, ligando a cidade de Chaves, em Trás-os-Montes, à cidade de Faro, no Algarve.

Instituída a 11 de maio de 1945 no Plano Rodoviário pelo decreto-lei n.º 34593, a Estrada Nacional 2 tem a presença das construções da arquitetura filipina, remetendo o início da sua história para séculos passados, onde fora criada para servir centralmente o reino português, intitulando-se de Estrada Real.

Ao longo do seu traçado passa por 35 concelhos (Chaves, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real, Santa Marta de Penaguião, Peso da Régua, Castro Daire, São Pedro do Sul, Viseu, Tondela, Santa Comba Dão, Mortágua, Penacova, Vila Nova de Poiares, Lousã, Góis, Pedrogão Grande, Sertã, Vila de Rei, Sardoal, Abrantes, Ponte de Sor, Avis, Mora, Coruche, Montemor-o-Novo, Viana do Alentejo, Alcácer do Sal, Ferreira do Alentejo, Aljustrel, Castro Verde, Almodôvar, Loulé, São Brás de Alportel e Faro), denominados como concelhos de interior.

Apesar do declínio demográfico dos últimos anos no “interior”, esta Rota abrange uma vizinhança populacional de 689.079 habitantes, tem pontes sobre 11 rios e percorre 11 serras. Repleta de misticismo, de património material e imaterial e por caraterísticas singulares, a Rota da Estrada Nacional 2 é a maneira mais pura de conhecer Portugal, a sua diversidade, cultura, paisagem, demografia, gastronomia e património, reconhecidos mundialmente.

A história da estrada confunde-se com a história de muitos de nós, pelas mais diversas e curiosas razões. Quem não contou carros, jogou à bola ou ao pião, ou simplesmente assentou o pé descalço neste chão? Quem não olhou o infinito das retas, ou espreitou uma curva, sonhando com o que poderia vir? A Nacional 2 é Portugal!