0
Castelo de Chaves
O que resta da fortificação medieval foi edificado no período gótico, possivelmente no século XIII. D. Afonso III passou foral à povoação em 1258 e é a este monarca que se atribui o projeto defensivo baixo-medieval. Do antigo castelo medieval conserva a torre de menagem, de planta quadrangular, com fachadas sigladas, terminadas em parapeito e ameias prismáticas, tendo no topo balcões retangulares e nos ângulos balcões circulares, assentes em mísulas escalonadas e com matacães, rasgadas por frestas simples e bíforas, acedida a nível elevado, por portal em arco de volta perfeita, encimado pelas armas de Portugal, e troço de muralhas de planta retangular a envolver parcialmente a torre, com adarve e balcões. No séc. XVII foi transformado numa fortaleza abaluartada, de planta irregular, da qual são visíveis algumas cortinas, com a escarpa exterior em talude, possuindo cordão e terminando em parapeito, tendo nos ângulos do baluarte da Amoreira balcões poligonais salientes e no baluarte do Castelo guaritas poligonais. A par destas foram construídos o Forte de São Neutel e São Francisco, transformando assim, a cidade de Chaves na maior Praça Forte de Trás-os-Montes, uma das mais importantes da raia. Monumento nacional desde 22 de Março de 1938
Categorias
Património Castelos e museus
Região
Chaves
Morada: Praça de Camões, 5400-150 Chaves
Telefone: (+351) 276340500
Email: municipio@chaves.pt
Horário: VERÃO (abril a outubro) 09h30 - 13h30 | 14h30 - 18h30 INVERNO (novembro a março) 09h30 - 13h30 | 14h30 - 18h00 *Aberto todos os dias, exceto 25 de dezembro, 1 de janeiro, 1 de maio, domingo de Páscoa